domingo, 8 de julho de 2012

E quando olhei para trás e o vi a beijá-la o meu coração partiu-se, naquele segundo. Aí sim, percebi que o P nunca  desaparecera do meu coração. E, depois disso, no meio de tantos rostos que estavam postos sobre mim naquela noite, naquele momento, naquela discoteca, encontrei o dele. Por momentos relembrei-me de quando era eu no lugar dela. E pela primeira vez, bebi no intuito de o esquecer. Sinto-me estúpida...

4 comentários:

  1. escreves tão mas tão bem <3<3

    se puderes e assim achares que o deves fazer, ajuda-me a vencer este concurso na categoria de melhores textos.
    basta ires a este link http://concurso-amador.blogspot.pt e votares no meu blog, algo estranho alguém diferente já sabes <3

    ResponderEliminar
  2. Beber não tira as coisas da nossa cabeça... Por mais partido que o teu coração esteja e das saudades que sentes do P :/

    ResponderEliminar
  3. Eu compreendo. Há sempre qualquer coisa que nos consola, nem que seja chocolate. O teu caso foi com outra coisa...
    Já agora, adoro a música que tens no teu blog :)

    ResponderEliminar
  4. Também já me aconteceu, não vale a pena miúda!

    ResponderEliminar

LIBERTA-TE! :)