domingo, 25 de março de 2012

O R invade a minha mente e os meus sonhos desde que me lembro. Por vezes desaparece, mas é como se agora estivesse a voltar. Como um veneno que me mata lentamente mas que nunca morre.

2 comentários:

LIBERTA-TE! :)