segunda-feira, 12 de setembro de 2011


Mudaste, e não penses que foi para melhor. Um dia irás dar-me razão, quando todas elas derem conta do monstro que és, o teu coração irá rebentar. Irás cravar a rosa no peito com toda a tua fúria, mas de nada te servirá, irás crer voltar atrás no tempo, mas o tempo não te responderá, e sabes porquê? Porque não veles nada. Nem sei como ainda posso amar uma criatura tão desprezível como a que tu te tornaste, um dia darás conta daquilo que te digo.

8 comentários:

LIBERTA-TE! :)