terça-feira, 13 de setembro de 2011


Eu gostava de estar contigo pela última vez, sem termos que assumir nada, percebes? Gostava de puder dizer que te amo, e que tudo o que te disse naquela estúpida discussão, não foi sentido. Que pena, já nada irá voltar a ser como era, já nada irá ser tão perfeito como quando fazíamos do meu nosso. E acredita, ela nunca te amará tanto como eu te amei, mas tu sabes disso.

8 comentários:

LIBERTA-TE! :)