segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Acho que escrever a dizer que te esqueci seria impossível...


Sabes? Ao longo de quatro meses muita coisa mudou entre nós, passámos de amigos para namorados, de namorados para desconhecidos, e novamente voltamos somente a amigos, eu nunca te disse nada. Durante quatro meses olhei diante o teu rosto, sentia-mo frustrada por saber que ao mesmo tempo que me chamavas nomes românticos e me acariciavas o rosto diariamente poderias estar a fazer o mesmo a qualquer outra, eu nunca te critiquei por isso, até porque o que tínhamos já era bastante bom, nunca pensei que te pudesse vir a esquecer, aliás, nem eu mesma sei se já te esqueci, certamente irei ter saudades tuas todos os dias ao acordar, ao passar todos os dias pelo mesmo local onde nos encontrámos pela primeira vez, irei chorar, sim. Irei perguntar-me a mim mesma se as coisas teriam sido de outra forma se não tivesse terminado com nada, sim.
Provavelmente, terei sempre uma parte tua penetrada em mim, mesmo que eu mesma não seja capaz de aceitar tal coisa, talvez sejamos incapazes de aceitar que o amor vença tudo.

16 comentários:

  1. o que é preciso é muita força, o resto vem por acréscimo princesa :x

    ResponderEliminar
  2. Provavelmente, terei sempre uma parte tua penetrada em mim, mesmo que eu mesma não seja capaz de aceitar tal coisa, talvez sejamos incapazes de aceitar que o amor vença tudo. - adoro!

    ResponderEliminar
  3. fofinha, estou sem pc e raramente venho aqui. mas reprei que me tinhas deixado uma msg no facebook, o que querias? s:

    ResponderEliminar
  4. Obrigada Filips (não consigo comentar no teu perfil)

    ResponderEliminar

LIBERTA-TE! :)