quarta-feira, 25 de maio de 2011

Um texto que escrevi hoje durante a aula de Português

Tu eras o actor,
Entre mil poemas de amor.

Eu escrevia romances sem parar,
Que te deixavam a imaginar.

Foram beijos e abraços,
Que agora deixam o meu coração em pedaços.

Tenho uma caneta sobre a mão para escrever,
E outra para reler.

E teu nome escrito no braço,
Com a saudade de um abraço.

Ainda hoje para o pensar,
No brilho do teu olhar.

Agora, gosto de imaginar,
Tudo aquilo que ainda me deixa a pensar.

Depois de ter escrito este texto, muita coisa mudou, mas tinha que o postar...
E peço desculpa por não puder responder a alguns comentários, mas o meu blog está com problemas....

9 comentários:

  1. uau! Está lindo! :O Adorei mesmo! Parabéns! *-* um beijinho!

    ResponderEliminar
  2. Sim sei tudo isso! E conheço muito a tua história, nem sabes como te percebo!
    Cada vez gosto mais de ti, temos tanto em comum, e escusado será dizer que o teu blog está fantástico, tens uma forma de escrever natural, o que não cansa.
    Continua!

    ResponderEliminar
  3. Pois é Sara, ele tem um feitio "diferente", por assim dizer.
    Agora tens é de partir para outra! E eu sei que tu consegues!
    Mil beijinhos, ly.

    ResponderEliminar

LIBERTA-TE! :)